A experiência de Star Wars Rebellion

Ontem foi dia de “Star Wars Rebellion” ir pra mesa e resolvi escrever um texto para descrever a experiência única que foi para mim a partida.

Star Wars Rebellion é um jogo de 2 a 4 jogadores (mas feito basicamente para jogar entre dois) onde cada jogador assume o controle do império ou dos rebeldes.

O jogo basicamente é uma disputa de poder e lealdade com uma luta contra o tempo do império para encontrar a base rebelde escondida em alguma das 32 sistemas do tabuleiro, enquanto o objetivo dos rebeldes é aumentar sua lealdade nos planetas e ganhar reputação na galáxia para destruir o império.

O jogo é literalmente um grande jogo, tabuleiro gigante e muitos componentes, além de muitas miniaturas, onde uma partida pode demorar entre 3 e 4 horas. Nos parágrafos abaixo eu tento passar a sensação que foi nossa partida ontem que teve um final épico numa disputa sensacional.

A primeira sensação ao montar o setup é que o império é muito mais forte que os rebeldes, pois o império tem muito mais presença no tabuleiro, muito mais sistemas subjugados e com muito mais miniaturas do que os rebeldes, o que faz total sentido, pois nos filmes a aliança rebelde também começa pequena contra um império que já dominou grande parte da galáxia.

Os rebeldes começam com lealdade nos sistemas Kashyyk (o planeta dos Wookiees), Bothawui e Naboo. Já o império começou com lealdade nos sistemas Saleucami, Corellia, Mustafar e Coruscant, além dos sistemas Mandalore e Sullust subjugados.

No inicio do jogo o jogador rebelde escolhe secretamente um sistema onde não tenha nenhuma unidade imperial para ser sua base secreta. O objetivo do jogador do império é tentar encontrar esse sistema na galáxia e tomar o poder ou então destruir a base secreta para ganhar o jogo.

No começo do jogo o jogador do império decidiu governar pelo medo para aumentar mais ainda sua lealdade em sistemas neutros da galáxia, além de fazer missões de obter inteligência para ganhar cartas de sonda. As cartas de sonda mostram sistemas onde não se encontram a base rebelde.

Já o jogador rebelde tratou de levar a princesa Leia para diversos sistemas e aumentar sua lealdade nesses sistemas. A lealdade dos sistemas a aliança rebelde cresceu de forma inesperada, ao ponto de uma região inteira estar com lealdade aos rebeldes.

Vendo a ameaça rebelde crescendo o jogador imperial decidiu agir na tentativa de intimidar a aliança rebelde e iniciar a construção de uma segunda estrela da morte no sistema remoto de Hoth. Além disso o império começou a aumentar sua linha de construção, construindo cada vez mais naves e esquadrões.

Os rebeldes vendo o aumento de recursos do império começou a realizar diversas sabotagens nos sistemas imperiais a fim de interromper a linha de construção. Após inúmeras movimentações por diversos sistemas o jogador imperial não tinha sucesso em localizar a base rebelde, até que o Almirante Piet percebeu uma movimentação estranha em outro planeta remoto: Endor e decidiu enviar uma sonda de longo alcance. O jogador rebelde até tentou evitar mas o Almirante foi mais inteligente. Com a sonda em Endor foi possível localizar a base rebelde.

A partir da descoberta da base foi uma corrida para chegar nela antes do jogador rebelde mudar ela de local. O jogador imperial até conseguiu chegar no sistema porém com poucas unidade, ocasionando uma derrota no combate e permitindo assim ao jogador rebelde mudar a localização da base.

Sem muito tempo disponível o jogador imperial foi com força máxima em uma missão de coletar recompensa: mandou Darth Vader e Boba Fett capturar um lider rebelde. Após uma tentativa sem sucesso de evitar a captura, o império tinha em seu poder Mon Mothma. Com o lider capturado, o império enviou o Coronel Yularen junto com um droide interrogador para obter informações e assim conseguindo a informação de a nova localização da base rebelde se encontrava em Bothawui.

Restando pouco tempo o império teve que ir ao ataque, reuniu todo seu poderio e começou a invadir os sistemas aliados aos rebeldes em direção Bothawui. Primeiro invadiu Toydaria com todo seu arsenal possível: estrela da morte, star destroyer e várias tie fighters e stormtroopers. O combate foi relativamente fácil pois as forças rebeldes eram poucas.

Com mais um líder se deslocou para Bothawui, para o combate final, ou conseguia destruir a base e ganhava o jogo ou então os rebeldes mudariam o lugar da base e não teria tempo suficiente para encontrar a nova localização.

Após as três star destroyers e diversas star fighters quase dizimarem quase todas as naves rebeldes, sobrando somente uma x-wing o jogador rebelde tenta uma última sacada: roubar os planos da estrela da morte e destruir a estrela da morte, porém não tem sorte na rolagem de dados e não acerta o tiro.

Com isso, o império vence o combate e o jogador do império finalmente pode fazer a missão de ativar os super lasers e destruindo o sistema, assim como a base rebelde junto.

Após quatro horas de partida e com um final tenso e super disputado, vitória do império que após destruir a base rebelde toma o controle da galáxia.

Rebellion se mostra um jogo incrivelmente temático, um jogo grandioso, pra todo fã de Star Wars e mesmo você não sendo fã tem como gostar do jogo, pois é extremamente disputado, que não vê a hora passar e muito divertido, virou um dos meus favoritos.

1 Curtida