Veneno, um clássico de Knizia em nova roupagem

Antes conhecido como Sexta-Feira 13 (mas sem relação com a franquia de filmes), o card game Veneno chega ao Brasil com distribuição da editora O Capturador. Nesse rápido jogo de cartas, é preciso evitar pegar frascos de veneno e poções acumuladas… ou pegar o máximo possível de frascos da mesma cor para poder descartá-los no fim do jogo.

Ficha do Jogo
Número de jogadores: 3 a 6
Idade recomendada: 8+
Duração da partida: 30 minutos
Fabricante/Editora: Knizia Games/O Capturador

As Regras
Cada jogador baixa uma das cartas que possui em um dos três caldeirões da mesa. Cada um deles pode receber apenas uma das três cores disponíveis ou uma carta de veneno. Se os valores de um caldeirão ultrapassar 13 pontos, a última carta colocada permanece na mesa, mas o jogador recebe todas as cartas anteriores e as coloca em uma reserva.

Quando as cartas acabarem, os jogadores pegam as cartas da reserva e verificam quem tem a maior quantidade de uma determinada cor. Elas são descartadas e o restante é contabilizado. Cada carta de poção vale um ponto e cada veneno soma dois. Quem tiver o menor número de pontos ganha.

A Jogatina
A caixa pequena e a mecânica fácil de entender esconde um jogo disputado e divertido. Veneno força a mecânica de vaza, ou seja, de jogar uma carta e pegar o acumulado delas se ultrapassar, no caso desse card game, 13 pontos. Mas aqui, a lógica é invertida.

Quanto mais cartas, pior para o jogador. Inverter essa dinâmica de pontuação muda a expectativa. E incluir a ação de descartar essas cartas no fim do jogo (se o jogador tiver a maior quantidade de uma cor) impede que o acúmulo de poções seja uma sentença de derrota durante a jogatina.

A iniciativa de criar duas versões gráficas, uma baseada em ficção científica e outra em medieval ajuda um pouco na imersão, dependendo do gosto do freguês. As artes da versão brasileira são carismáticas, mas a mecânica mais abstrata não apresenta uma conexão tão relevante com tema.

Como qualquer vaza, o fator sorte pode até ser mitigado, mas sempre estará presente. O pedigree do game designer Reiner Knizia chama a atenção dos jogadores mais assíduos e garante o selo de qualidade do produto. Veneno é um ótimo passatempo para quem quer uma jogatina ágil.

+ Pontos positivos
Mecânica simples, mas envolvente
Versões em sci-fi e medieval

- Pontos negativos
Fator sorte pode incomodar
Tema não causa muito impacto no jogo

Veredito: 7/10
Arte: 8
Componentes: 7
Tema: 6
Mecânica: 7
Rejogabilidade: 7

3 Curtidas