Sprawlopolis ou como construir uma cidade (+ ou -) planejada


Um jogo de cartas que vem dentro de uma carteira de documentos. A ideia prática e chamativa traz uma jogabilidade simples, mas cativante. Além das 18 cartas do jogo base, a versão brasileira inclui quatro expansões para aumentar a rejogabilidade. Sejam bem-vindos à análise do card game Sprawlopolis:

Ficha do Jogo
Número de jogadores: 1 a 4
Idade recomendada: 8+
Duração da partida: 20 minutos
Fabricante/Editora: Button Shy/FunBox Editora

As Regras
Em Sprawlopolis, um a quatro jogadores trabalham juntos para construir uma nova cidade a partir do zero. Usando apenas 15 cartas e um sistema de pontuação variável com as 3 cartas restantes, em cada turno os jogadores irão jogar uma carta da mão para a cidade em crescimento, tentando marcar o maior número de pontos possível.

Eles terão que se comunicar e planejar sem revelar suas próprias cartas, buscando desenvolver as grandes áreas em cada um dos quatro tipos de zona (residencial, comercial, industrial e parques).

As estradas custam pontos negativos no final, então é melhor evitar um grande número delas. Quando todas as cartas foram colocadas, o jogo termina e os jogadores verificam se alcançaram a pontuação mínima exigida no verso das três cartas separadas.

A Jogatina
O card game nasceu para ser um jogo solo de colocação de cartas, mas funciona bem em um grupo afinado. A cada partida, os objetivos mudam. Quanto mais fácil o objetivo, mais a carta vale como pontuação mínima a ser alcançada.

A rotina de cada turno é pegar duas cartas, juntá-las à que você estiver na mão, escolher a melhor para a rodada e colocá-la na mesa ao lado ou por cima de uma carta existente. Em um jogo, a área industrial pode gerar pontos negativos, em outro pode ajudar na bonificação final, dependendo das cartas de objetivo.

É nesse ponto que o jogo brilha, forçando os jogadores a adaptar táticas e avaliar melhor qual carta descer em cada rodada. As partidas são rápidas e costumam começar logo em seguida, para tentar superar uma derrota ou uma pontuação apertada. E a inclusão das quatro expansões do jogo só aumenta a rejogabilidade.

Para quem está começando no hobby ou quer uma partida leve entre jogos de tabuleiro mais pesados, o Sprawlopolis cumpre bem o papel. Faltou apenas um cuidado no contraste das cores para diferenciar melhor as quadras, mas nada que atrapalhe a diversão.

+ Pontos positivos
Simples, mas desafiador
Alta variedade de objetivos
Portátil e prático de transportar
Expansões inclusas

- Pontos negativos
Um pouco mais de contraste na cor das cartas

Veredito: 8/10
Arte: 8
Componentes: 7
Tema: 8
Mecânica: 8
Rejogabilidade: 9

2 Curtidas